Mensagens

Mercado de Títulos

1. Distingue mercado primário de mercado secundário.
R: O mercado primário é uma parte do mercado de capitais onde são transacionados títulos numa oferta primária. No mercado secundário compram-se e vendem-se títulos lançados anteriormente no mercado primário pois quem compra os títulos no mercado primário nem sempre os conserva até à maturidade.
2. Compara o empréstimo obrigacionista com o aumento de capital quanto:
a) à rentabilidade dos títulos; 
R: No empréstimo obrigacionista existe sempre rentabilidade, pois esta não varia com o lucro da empresa, sendo que este contém taxas de juro  No aumento de capital existe um maior risco, já que a rentabilidade depende do lucro da empresa. Assim sendo, como as ações têm um maior risco, estas também têm de ter uma maior rentabilidade dos títulos.
b) à possibilidade de as empresas ajustarem os pagamentos à conjuntura económica.
R: No caso do empréstimo obrigacionista, a empresa que não recebe lucro tem de pagar à mesma devido à taxa de juro, mes…

Leasing, Factoring e Capital de Risco

Imagem
1. Supõe que desejas adquirir um automóvel que custa 25.000 €. Identificaste o leasing como boa opção de financiamento e desejas pagar a viatura em 5 anos. 
Determina (faz print screen) a (a) entrada inicial (Sugestão: 5.000 €), o (b) valor do aluguer mensal e o (c) valor residual (Sugestão: 500 €). 




Assim, iríamos pagar 358,42 euros por mês.

2. Caracteriza o leasing.
R:  O leasing é uma opção de compra por arrendamento ou aluguer mensal (por exemplo, um automóvel). É feito quando uma pessoa não tem como pagar, neste caso, o automóvel e, por isso, faz a entrada inicial e paga o resto num determinado período de tempo. Neste caso, a Caixa Leasing e Factoring (locadora) adquire um determinado bem e cede o seu uso temporário a uma entidade (locatário). Essa determinada entidade tem como opção pagar o valor residual e consequentemente a fatura.
3. Refere as vantagens do leasing relativamente a outras alternativas de financiamento.
R: As vantagens do leasing relativamente a outras alternativas…

O financiamento da atividade económica: autofinanciamento e financiamento externo

1. Distingue capacidade de financiamento de necessidade de financiamento. 
R: Capacidade de financiamento é quando uma família recebe uma determinada quantia de dinheiro e gasta menos do que a quantia que recebe. Isso faz com que a sua poupança seja positiva. Necessidade de financiamento é quando uma família recebe uma determinada quantia de dinheiro e gasta mais do que recebe, fazendo com que tenha uma poupança negativa (défice).
2. Distingue financiamento externo de financiamento interno ou autofinanciamento. 
Financiamento externo é quando se financia uma atividade por meio de terceiros. Financiamento interno é quando uma determinada família tem os seus próprios recursos, não precisando de pedir dinheiro emprestado, já que se autofinancia.
3. “Nenhum pai considera seguro emprestar dinheiro aos filhos!”
Explica como esta falta de confiança está na base do modelo de negócio dos bancos, distinguindo a taxa de juro das operações activas da taxa de juro das operações passivas. 

4. São eleme…

Rendimentos e repartição dos rendimentos - Revisões

Imagem

Rendimento disponível dos particulares - 2018

Imagem
1. Distingue rendimento pessoal de rendimento pessoal disponível.
R: Rendimento pessoal é o rendimento (salário) recebido pelo trabalhador/família. Rendimento pessoal disponível é o dinheiro que as famílias/indivíduos têm para poder gastar e/ou poupar.
2. Distingue impostos directos de impostos indirectos.
R: Impostos diretos são os impostos que são pagos diretamente pelo consumidor (ex.: IRS). Impostos indiretos são os impostos que são pagos pelos donos das lojas, por exemplo. Se nós compramos um produto, estamos a pagar IVA, mas indiretamente, pois o vendedor de um café, por exemplo, é que depois vai pagar o imposto ao estado.
3. Distingue as contribuições para a segurança social dos impostos.
R: Contribuições para a segurança social são como tributos que são feitos, mas que não vão para o Estado e que servem para pagar atividades específicas que intervêm na Economia. Impostos são como tributos, só que, ao contrário das contribuições para a segurança social, os impostos vão para o Est…

Salário nominal vs salário real

Imagem
1. Distingue salário nominal de salário real.
R: Salário nominal é a quantidade recebida em moeda resultante do trabalho. Salário real são os bens que se podem comprar com o salário recebido.
2. Explica como o salário real varia com o (1) aumento da salário nominal e (2) a taxa de inflação.
R: Se o salário nominal aumentar mais do que a taxa de inflação, o salário real aumenta. Se o salário nominal aumentar a mesma quantidade do que a taxa de inflação, o salário real fica igual. Se a taxa de inflação aumentar mais do que o salário nominal, o salário real diminui.
3. Relaciona as expressões “salário real” e “poder de compra”.
R: Quanto maior for o salário real, maior poder de compra teremos, pois o salário nominal é maior e assim podemos comprar mais bens com o dinheiro que adquirimos.
4. Indica como se calcula o salário real.
R: O salário real calcula-se dividindo o salário nominal pelo IPC e multiplicando tudo por 100.









5. Explica o que significa “indexar os salários” à taxa de inflação.
R: &q…